Projetos Urbanísticos > Eixo Estrutural

Proposta urbanística apresentada no Concurso Internacional “Street Conversion Design Competition” realizado durante a Conferência Mundial “Towards Carfree Cities VI” na cidade de Bogotá, Colômbia em 2006.

A proposta parte de um diagnóstico realizado em setembro do mesmo ano, que avaliou as reais condições dos eixos estruturais no que se refere às condições de fluxo das calçadas, áreas para pedestres, acessibilidade ao sistema de transporte coletivos,  transportes não-motorizados  considerando a bicicleta, planejamento e o incremento da acessibilidade, incluindo desenho universal para o benefício de portadores de necessidades especiais, mobilidade não-motorizada e como objetivo final, objeto do concurso, converter áreas de domínio dos automóveis em áreas sociais de convivência.

Este estudo busca analisar a escala humana do sistema de transporte urbano rápido da cidade de Curitiba, interrompendo ruas de acesso, criando áreas de tráfego lento ao nível das calçadas (traffic calming) e utilizando os espaços dos estacionamentos para criar extensas áreas destinadas aos pedestres, envolvendo paisagismo e uma série de elementos urbanos, como iluminação pública, bancos, quiosques, bicicletários, a fim de permitir um acesso mais confortável e seguro dos pedestres às estações do transporte público. Outra intenção do projeto é a criação de uma ciclovia bidirecional paralelamente à via central, objetivando utilizar na ciclovia o mesmo conceito linear do eixo estrutural como uma via que permite o acesso rápido entre pontos distintos da cidade, porém disponibilizando aos usuários uma via segura reduzindo os conflitos da utilização das vias exclusivas aos ônibus.

ANO: 2006
ÁREA CONSTRUÇÃO: 5 Km de extensão
LOCAL: Curitiba – PR

EQUIPE: Vinicius Rabelo e Rafael Baczak.